Carta para o meu passado

"Não importa o que eu faça, onde eu esteja, sozinha ou acompanhada, parece que você sempre dá um jeito de aparecer na minha mente e na minha vida.
Me faz refletir sobre toda a nossa história, várias vezes, inúmeras vezes...já foram muitas vezes.
Será se poderia ter dado certo?
Será se algum dia vai dar certo? Agora não mais.
Eu penso que eu poderia ter feito sim algumas coisas diferentes. 
Você também, admita!
Mas o que importa mesmo é o que temos dentro da gente: nossa essência!
A minha essência nunca vai mudar.
E nem a sua!
Eu continuarei gostando de viajar e com as amizades que você não gosta - sem nem se quer conhecer.
E você sempre irá preferir lembrar do mal que um dia fizemos um ao outro. 
Acho que aí está a nossa diferença.
Eu continuarei amando os animais, lutando por eles e os colocando pra dentro de casa.
E você, gostando também e nunca desejando o mal, mas preferindo que eles durmam no quintal.
Eu continuarei buscando um futuro diferente do que nós estamos acostumados.
E você, conformado com a vida de sempre, almejando só algumas poucas melhorias de costume.
Eu me aventurando do meu jeito.
E você, do seu.
Talvez não importa quantas forem as tentativas, se os dois não estiverem em sintonia e dispostos a ceder. 
A questão foi que acabou, não é?!
Mas então por que eu sempre vou lembrar de você?
Porque a nossa história foi linda. 
Com amor.
E você era o meu melhor amigo.
Meu ombro pra chorar e curtir as melhores gargalhadas.
E não importa o que eu faça, eu sempre irei me perguntar o que você irá estar pensando de mim.
Sabe por quê? 
Porque nunca ninguém vai ocupar espaço que você ocupou na minha vida.
Espero que seja recíproco. 
Só quero que você fique bem.
E seja feliz!"


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.