Metas Diferentes para 2017

Todo começo de ano é assim: todo mundo pega o caderninho e começa a anotar as metas e os desejos pro ano novo:

"Esse ano serei fitness"

"Em 2017 vou economizar dinheiro para ir a Disney"
"Esse ano estudarei mais"
e por aí vai...

Eu não fiz a diferentona, mas dessa vez resolvi anotar algumas metas bem diferentes para 2017. 


1. Valorizar as experiências e não os bens

Faz tempo que eu quero comprar um celular e um óculos novos. Claro! Eu não sou de ferro, miagente. 
Mas toda vez que eu penso em gastar tanto dinheiro assim com um iPhone novo e lembrar que eu poderia usar todo esse valor pra fazer uma viagem cheia de aventuras, eu desisto!

"Ah Brenna, você só fala de viagem"


OK! Não vou longe então. Eu poderia usar esse dinheiro pra sei lá, me inscrever em um curso de culinária - seria o máximo aprender a cozinhar -, iniciar um curso de teatro, começar aulas de violão e até mesmo me inscrever em aulas de luta. Pensando bem, quero muito fazer isso agora, haha.


O que eu quero dizer é que quero me apegar cada vez mais a momentos e experiências, e não a "coisas".




2. Cozinhar mais
Entendam que isso vai além de ser fitness e me alimentar melhor. Além de viver a experiência de fazer a minha própria comida, quero conhecer mais os benefícios que cada alimento pode me oferecer e também verificar meus dotes culinários hahaha. 
Quem sabe a genética ajuda, seria buenísmo!!!



3. Ler mais
Eu leio o tempo todo! Juro! Mas eu quero aprender a finalizar as minhas leituras. Não sei se alguém aí vai se identificar, mas toda vez que eu começo a ler um livro, não posso comprar (nem ver) nenhum outro, senão, já era, paro a leitura e começo outra. Que feio!
Enfim, mas uma meta!


4. Aprender a dizer não
Eu pensei que havia aprendido a dizer nesse ano que passou, mas admito, ainda tenho muito a aprender. É sempre bom agradar as pessoas, mas nem quero ser obrigada a sair pra onde eu não quero, comer o que eu não gosto, aceitar certos comentários e nem me relacionar com gente desagradável.
NÃO, NÃO E NÃO!!!

5. Aproveitar a natureza
Netflix é bom demais, maaas existem muitas vistas bonitas para serem apreciadas por aí. 



6. Aumentar/Manter o contato com quem me ama
Não sumir, visitar um tio de vez em quando, ligar para o meu padrinho ou para o melhor amigo da escola..., não somente em datas comemorativas ou acontecimentos especiais. Enfim, não deixar que as obrigações do dia-a-dia me afastem dessa troca recíproca de amor.


7. Ser mais humilde
E entender que demonstrar a vulnerabilidade e admitir que está errado ou que não sabe de algo não é feio. E sim, a maneira mais fácil de solucionar muitas coisas.



8. Ser mais organizada
Minha mãe vai sorrir quando ler isso.
Eu sempre sou a mais organizada das minhas amigas, a que anota tudo, planeja, guarda o dinheiro de todos, mas se deixar, todos os meus pertences conseguem de algum modo, ocupar o mesmo espaço. Ou então faço de uma cadeira, um novo guarda-roupa - que por sinal é bem arrumado.
A verdade é que a minha mãe ficaria bem orgulhosa de mim lá na Guatemala, minhas coisas estavam sempre bem organizadinhas :) mas ainda assim, posso melhorar.

9. Pegar o meu coração quebrado e transformar em arte!
Que arte? Não sei ainda, quando eu souber eu conto pra vocês.



E quais são as suas metas pra esse novo ano? 
Nunca é tarde para entender que você é capaz de aprender coisas novas. Sempre!
Eu te desejo um 2017 cheio de grandes experiências e oportunidades para ser feliz!
Feliz novo eu!
Feliz novo você!
Feliz 2017!
<3

Fotos: We Heart It

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.